• The Brazilian Critic

Série e personagens tentam amadurecer na segunda temporada de “Samantha!”

Atualizado: 17 de Jul de 2020


Estreou na última quinta-feira (19/04) a segunda temporada de “Samantha!“, série original da Netflix (a primeira produção nacional cômica do canal de streaming) em parceria com a produtora Los Bragas.


Neste segundo ano do seriado, a ex-cantora e apresentadora mirim e atual aspirante à fama se vê ameaçada pela produção de um filme sobre a verdadeira Samantha que existia nos anos 80 — apelidada de Samonstra pelos outros integrantes da Turminha Plimplom. Para sair por cima, a sub-celebridade decide investir na carreira teatral, mas devaneios do passado acabam interferindo nos planos dela.


Do outro lado, o ex-jogador e ex-presidiário Dodô, ao ver sua imagem sendo explorada por seu agente Marcinho, decide tomar as rédeas de sua vida e amadurecer como  pai, marido e filho.


SAMANTHA2


O amadurecimento das personagens beneficia o texto, que várias vezes flerta com o drama, fazendo com que os personagens centrais enfrentem fantasmas do passado. Isso já havia sido presenciado na primeira temporada, já que a série se apropria da nostalgia oitentista com frequência. Mas, o que anteriormente era usado geralmente como escape cômico, nesta nova temporada gera situações dramáticas, sobretudo na protagonista.


Emanuelle Araújo, vencedora do prêmio de Melhor Atriz em Série de Comédia no The Brazilian Critic 2018, brilha mais uma vez. E a fase dramática da personagem proporciona uma performance ainda mais rica do que no primeiro ano do seriado.


Douglas Silva também retorna com uma presença maior de seu personagem nos episódios, fazendo com que Dodô vire co-protagonista em definitivo nessa temporada.


SAMANTHA4


O desempenho do elenco de suporte também gera momentos muito engraçados compartilhados com os protagonistas e as crianças, interpretadas por Sabrina Nonata e Cauã Gonçalves, principalmente com as participações mais extensivas de Daniel Furlan e de Lorena Comparato. Os novos capítulos também contam com as ótimas participações especiais de Zezeh Barbosa como a mãe de Dodô e de Alessandra Maestrini como a professora de teatro de Samantha.


Com sete episódios dirigidos por Luis Pinheiro e Olívia Guimarães e com textos de Felipe Valerim Serra, Paula Knudsen, Rafael Lessa e Fabio Montanari,  a segunda temporada de “Samantha!” continua a história anterior adicionando um pouco de drama e amadurecendo a trama, preparando-se para um terceiro ano (não confirmado pela Netflix até o fechamento desta edição).


A falta de produções nacionais de comédia com uma protagonista feminina que não caia em estereótipos e maneirismos faz de “Samantha!” uma série diferente das demais. Quem gostou da primeira, com certeza vai ficar satisfeito com essa nova temporada.